Julho Amarelo: Regional do Baixo Amazonas alerta sobre cuidados com as hepatites virais

[29/07/2022] O Hospital Regional do Baixo Amazonas realizou na última sexta-feira (29) um momento de orientações sobre prevenção e cuidados com as hepatites virais. A atividade buscou levar informações para pacientes e acompanhantes que aguardavam atendimento no ambulatório de especialidades da unidade.

Instituído pelo Ministério da Saúde com o objetivo de reforçar as ações de controle, conscientização e prevenção sobre as hepatites virais A, B, C, D e E, o “Julho Amarelo” é o mês no qual as ações são intensificadas a fim de incentivar a população a fazer a testagem e sorologia do vírus, que se instala no organismo do paciente através de inflamação no fígado.

O coordenador de enfermagem do HRBA, Erek Fonseca, trouxe aos usuários informações a respeito do contágio da doença. “A contaminação ocorre por meio de atividades corriqueiras do dia a dia, como: escovar os dentes, fazer as unhas, tirar a barba, cortar os cabelos, utilizar lentes de contato, fazer procedimentos invasivos como a tatuagem, colocação de piercings e brincos”, explicou.

A campanha também visa alertar sobre o comportamento do vírus, que pode viver de 5 a 14 dias na superfície dos objetos, e se alojar no organismo dos pacientes sem que seja percebido. O diagnóstico da doença ocorre por meio de exames laboratoriais.

“O paciente faz entrevista e realiza os exames. Em caso positivo, ele é encaminhado para um serviço de referência para quantificar a presença do vírus no sangue e iniciar o tratamento. O município oferece a testagem rápida de forma sigilosa, com profissionais capacitados e acompanhamento clínico”, destacou o enfermeiro.

A paciente oncológica no Regional do Baixo Amazonas, Valdenice Sousa de Lira, prestigiou a palestra enquanto aguardava para realizar consulta com especialista, e contou que um familiar teve contato com a doença.

“Eu achei de grande importância essas orientações. Há 10 anos encarei essa doença com minha filha. Acredito que muitas pessoas não têm o conhecimento sobre o perigo das hepatites e as informações são essenciais para que todos possam se prevenir”, alertou.

Sinais de alerta

Entre os sintomas das hepatites virais, estão o cansaço, náuseas, enjoo e diarreia, que podem facilmente ser confundidos com doenças comuns.

“Por ser viral, as hepatites têm a facilidade de se adaptar ao organismo do paciente de forma silenciosa, trazendo sintomas graves somente na fase crônica, por volta da terceira idade, por este motivo, é necessário realizar os exames de testagem anualmente”, recomendou o enfermeiro Erek.

Com atendimento 100% pelo SUS (Sistema Único de Saúde) para casos de média e alta complexidades, em mais de 35 especialidades médica, o HRBA, gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde, é referência para uma população estimada em mais de 1,4 milhão de pessoas, residentes em 30 municípios do Baixo Amazonas, Tapajós e Xingu.

“Somos um hospital que atende milhares de pessoas e não podemos deixar de cumprir o nosso papel de disseminar informações para garantir a prevenção das mais variadas doenças, por meio de campanhas de conscientização”, destaca a diretora Assistencial, Camila Barral.