Hospital Regional do Baixo Amazonas arrecada alimentos para famílias de pacientes


Iniciativa integra a campanha ‘Somos a Soma’ da Pró-Saúde, e visa auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade social atendidas pela unidade

[06/07/2022] O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, Oeste do Pará, arrecada alimentos até o dia 31 de julho, por meio da campanha solidária “Somos a Soma”, iniciativa da entidade filantrópica Pró-Saúde em todas as suas unidades administradas pelo Brasil.

A ação faz parte da Gincana Solidária do HRBA 2022, organizada pelo Grupo de Ações e Eventos de Humanização (Gaevh), em parceria com o Grupo de Trabalho e Humanização (GTH), que acontece pelo segundo ano consecutivo e é dividida em três etapas: julho – arrecadação de alimentos, outubro – arrecadação de brinquedos e materiais de higiene pessoal e dezembro – arrecadação de alimentos.

A meta desta primeira etapa é arrecadar 1,5 toneladas de alimentos que serão doados aos pacientes da unidade que estão em condições de vulnerabilidade social.

Em 2021, foram arrecadadas quase quatro toneladas de alimentos e aproximadamente um mil itens entre brinquedos e materiais de higiene pessoal. A Campanha possibilitou a unidade dar um “abraço de solidariedade” em mais de 350 famílias, entre pacientes e moradores de bairros próximos.

“Todo dia é dia de ajudar quem precisa. Essa ação reforça o sentimento de empatia, solidariedade e humanização que é disseminado e fortalecido entre os colaboradores que atuam na Pró-Saúde”, explica Patrícia Nogueira, supervisora de Humanização do HRBA.

Na dinâmica criada pelo hospital, os setores mais engajados na gincana ganharão menção honrosa e certificado do Setor Solidário 2022, na programação de Natal do HRBA, em dezembro.

“É uma competição saudável entre os setores, visando um bem maior que é ajudar os pacientes e seus familiares que são atendidos em nossa unidade”, afirma Patrícia.

Além dos profissionais que atuam no Regional do Baixo Amazonas, qualquer pessoa pode contribuir. Basta se direcionar à recepção principal da unidade e fazer sua doação.

Com mais de 40 especialidades médicas, o hospital atende a uma população estimada em mais de 1,4 milhão de pessoas residentes em 30 municípios do Oeste do Pará, sendo referência no Norte do Brasil no tratamento de câncer.

“Muitos de nossos pacientes são oriundos de outras cidades e precisam de ajuda para se manter fora do domicílio durante o tratamento. A humanização é um valor fundamental e está fortemente inserida no nosso jeito de conduzir a saúde e cuidar das pessoas”, destaca o diretor Administrativo e Financeiro, Bruno Rezende.