Hospital Regional do Baixo Amazonas celebra Dia Mundial da Oração com pedidos de intercessão e cura

[04/03/2022] Representantes católicos e evangélicos destacaram a importância do ato de orar

Independente da crença, a oração é uma das manifestações religiosas mais utilizadas como forma de conversar ou pedir intercessão e ajuda a um ser divino, principalmente em situações relacionadas à saúde.

Nesta sexta-feira (4/3), o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), unidade do Governo do Pará, gerenciada pela entidade filantrópica Pró-Saúde, celebrou o Dia Mundial da Oração, com atividades envolvendo pacientes e seus acompanhantes.

Na recepção do setor de Oncologia, onde diariamente passam em média 180 usuários, representante da Igreja Católica (Renovação Carismática Católica) e da Igreja Evangélica (Assembleia de Deus) destacaram o ato de orar e o poder da oração, em uma ação organizada pela Pastoral da Saúde da unidade.

“Um dos segredos para que a oração possa surgir e trazer um efeito maravilhoso, é o poder de Deus agindo através da nossa fé. Precisamos estar alimentados da fé e da força da oração, porque é nossa maneira de conversar com Deus”, destaca Luiz Carlos Corrêa, da Comunidade Divino Espírito Santo.

Daniela da Conceição Rocha Silva, de 33 anos, que faz tratamento de câncer de cabeça e pescoço no HRBA, participou da ação acompanhada da mãe.

“A oração ajuda a me fortalecer todos os dias. Vir para o hospital e me deparar com essa oração e adoração me trouxe paz e alívio, porque passar por uma doença deixa o psicológico abalado. A oração nos fortalece e nos renova a cada dia”, declara a paciente.

A ação também foi realizada com pacientes da Clínica Cirúrgica do hospital, que passaram por procedimentos cirúrgicos recentemente. O momento foi marcado por muita emoção e renovação de esperanças.

Para Camila Barral, diretoria Assistencial do Regional, que está à frente das ações, celebrar datas como esta é uma maneira de contribuir com o bem-estar dos pacientes, além de ser um ato de humanização.

“Proporcionar aos nossos pacientes essa quebra da rotina hospitalar também faz parte do tratamento. Oportunizar àqueles que são adeptos a alguma religião, de fazer suas orações, seus pedidos, suas preces, também tem o poder de contribuir com a cura”, afirma a diretora.

“Independentemente da crença, queremos propagar a paz, o amor, o respeito e principalmente, fortalecer a saúde de quem está sob nossos cuidados”, complementa.

Reconhecido como um dos dez melhores hospitais públicos do Brasil e com a mais alta certificação nacional, ONA 3 – Acreditado com Excelência, o HRBA é uma unidade de saúde pública que atua como referência em média e alta complexidades para uma população estimada em 1,3 milhão de pessoas residentes em 30 municípios do Oeste do Pará, Baixo Amazonas e Xingu.