III Seminário de Segurança do Paciente do HRBA destaca estratégias para promover a humanização e o cuidado seguro

(17/09/2021) – O III Seminário de Segurança do Paciente, promovido pelo Hospital Regional do Baixo Amazonas Drº Waldemar Penna, nos dias 16 e 17 de setembro, destacou as estratégias para promover a humanização e o cuidado seguro ao paciente.

Pertencente ao Governo do Pará e gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde, o HRBA é referência em média e alta complexidades para 1,3 milhão de pessoas residentes no oeste do Pará, Baixo Amazonas e Xingu, e é reconhecido como um dos melhores hospitais públicos do Brasil.

O seminário, que já faz parte do calendário de atividades do hospital, é realizado anualmente com objetivo de disseminar aos profissionais da saúde da região, a importância do cuidado seguro com o paciente.

“Nosso objetivo é propagar para todos os profissionais a necessidade das boas práticas na prestação de uma assistência em saúde, com orientação correta aos pacientes, adesão aos protocolos e efetividade nos procedimentos realizados”, destaca a gerente do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente do HRBA, Deusilene Pontes.

O evento, que contou com um total de 110 pessoas on-line nos dois dias, apresentou os resultados e a melhoria contínua da gestão do HRBA, mesmo durante o enfrentamento de uma pandemia.

Humanização durante a Covid-19

Durante a pandemia da Covid-19, as equipes do HRBA se reinventaram para manter a qualidade, a segurança e a humanização no atendimento aos pacientes, ao executarem o projeto “Visita Virtual”, que possibilita que o paciente internado na Clínica Covid-19, possa receber visita por meio de videochamadas.

Naiara Miranda Fernandes, de 31 anos, foi uma das pacientes acolhidas pelo projeto. Grávida de 39 semanas e com Covid-19, ela foi internada em estado grave no hospital. No segundo dia de internação, começou a perder líquido e entrou em trabalho de parto.

Thalia Vitória nasceu no dia 25 de fevereiro. Devido a necessidade de isolamento, mãe e filha ficaram separadas por dois andares e se viram a primeira vez pela tela de um celular, pelo projeto da Visita Virtual.

Cinco meses após a alta das duas, em casa e 100% recuperadas, Naiara afirma que o cuidado seguro e humanizado que recebeu na unidade foi essencial para salvar a vida dela e da filha.

“Cheguei muito fragilizada, muito insegura, mas fui muito bem acolhida no atendimento, e fez toda a diferença pra mim, pois logo fui alcançando mais resultado no meu tratamento. Ver minha filha, minha família pelas chamadas de vídeo, foi essencial para a minha recuperação”, relembra Naiara.

“O HRBA já vem da perspectiva de trabalhar a humanização, tanto nas relações de gestão com usuário, do servidor com o usuário, e servidor com a gestão. Estas relações não são simples e o hospital apresenta resultados na gestão e no atendimento ao usuário. Isso é importante, e demonstra que estão no caminho da excelência em todos os serviços prestados”, reforçou Rilda Jati, que é referência técnica em Humanização do 9º centro Regional de Saúde da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Meta 5 – Redução de infecções

Entre as conquistas, em janeiro de 2021, a unidade manteve a mais alta certificação nacional, ONA 3 Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de ACreditação (ONA), que assegura o padrão de segurança e qualidade no atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Além disso, em março de 2021 o Regional do Baixo Amazonas demonstrou sua expertise de gestão e excelência ao conquistar o 1º lugar no 4º Seminário Internacional de Segurança do Paciente e Acreditação em Saúde, promovido pela ONA.

“Essa conquista foi alcançada por meio de um projeto de redução das principais infecções relacionadas a procedimentos invasivos. Conseguimos reduzir em mais de 50% a incidência de infecção de Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV), que é uma das principais infecções que acometem pacientes nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em todo o Brasil”, destacou Deusilene.

Desde a implantação da gestão de riscos em segurança do paciente, em 2011, o HRBA avança com ações de melhorias e minimização de riscos, se tornando referência em Gestão da Qualidade e Segurança do Paciente. As conquistas também representam a missão institucional da Pró-Saúde, entidade com presença em todo o país na gestão de serviços em saúde e uma das maiores no mercado em que atua.

“Nós temos uma missão que além de ser um hospital que presta assistência de alta complexidade e de ser um hospital formador, também temos a função de transmitir e disseminar as boas práticas de segurança. Somos um modelo bem desenvolvido, com excelentes resultados. Queremos compartilhar isso com profissionais de saúde da região para que mais usuários dos demais serviços de saúde sejam beneficiados”, finaliza o diretor Hospitalar, Hebert Moreschi.

O seminário foi realizado virtualmente seguindo todas as recomendações dos órgãos de saúde. Além da palestras, a unidade realizou no saguão de entrada exposição e dinâmicas voltadas para disseminação das sete metas internacionais de segurança do paciente.

Contou ainda com explanação de profissionais da própria unidade, e teve como palestra principal Aléxia Regina Mandolesi, fundadora e diretora técnico-científica do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (IBES).