Como o uso inteligente da água impacta no combate à Covid-19

(19-03-2021) – Essencial para a vida e para a higiene, a água se tornou elemento fundamental para evitar a transmissão da Covid-19 no mundo inteiro

A água, junto ao uso do sabão, é um dos principais recursos na prevenção da doença, como explicam os especialistas do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém.

“O coronavírus é um microrganismo e a principal via de transmissão em é o contato com as mãos. A higienização das mãos passa a ser uma das principais medidas de prevenção da Covid-19”, explica Sheila Oliveira, coordenadora do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH).

Para ressaltar a sua importância como alimento e uma das armas contra o novo coronavírus, no Dia Mundial da Água, lembrando nesta segunda-feira, 22, o Comitê de Sustentabilidade do HRBA traz dicas para a população sobre o uso consciente e inteligente da água.

Para Karen Cardoso, presidente do Comitê de Sustentabilidade do Regional do Baixo Amazonas, é importante seguir as orientações dos órgãos de saúde, “mas é importante estarmos atentos ao desperdício de água que pode ser evitado com atitudes simples”.

Com as mudanças na rotina causadas pela pandemia, e com mais pessoas em casa, é necessário estar atento a alguns hábitos domiciliares conscientes.

Dicas de Uso Inteligente da Água

– Lave as compras do supermercado com água e sabão de uma vez, ao invés de item a item;
– Ensaboe as mãos com a torneira desligada, ligue apenas quando for enxaguar;
– Separe um único dia na semana para a limpeza da casa;
– Reserve um dia para lavar as roupas, junte as peças e lave de uma só vez;
– Use a água despejada pela máquina de lavar roupa, para lavar calçadas e garagens;
– Cronometre o tempo gasto no chuveiro durante banho;
– Cheque se as torneiras estão vazando;
– Mantenha as torneiras fechadas ao escovar os dentes;
– Lave o carro/moto com baldes, evite o uso de mangueiras.

O HRBA é uma unidade que pertence ao Governo do Pará, sendo gerenciada pela entidade filantrópica Pró-Saúde. No início da pandemia, o hospital adotou medidas para garantir a segurança de usuários e colaboradores.

“Foram instaladas pias com água e sabão em todas as entradas do hospital, reforço de dispensadores de álcool em gel e uso de máscaras, pois a segurança dos nossos usuários e colaboradores é prioridade. Paralelo a isso sempre estivemos atentos às orientações com foco no uso com responsabilidade ambiental”, explica Karen.

3 milhões de litros de água reaproveitados

Sustentabilidade é um dos pilares da Pró-Saúde, gestora do HRBA. No aspecto ambiental, de economia de água, o hospital paraense reaproveitou 3 milhões e 119 mil litros de água no período entre março de 2018 ao mesmo mês em 2021.

Com a implantação do projeto “Captação de Recursos Hídricos”, a água utilizada pelo setor de Hemodiálise – que antes era desprezada – começou a ser reaproveitada pela Central de Materiais Esterilizados (CME).

“Trabalhamos com a saúde das pessoas proporcionando segurança e resolutividade nos atendimentos, porém não deixamos nunca de pensar em contribuir com a saúde do meio em que vivemos. A sustentabilidade está presente em todas ações da Pró-Saúde, valorizando os aspectos sociais, ambientais e financeiros”, afirma Hebert Moreschi, diretor Hospitalar DO HRBA.

#Selo internacional de sustentabilidade#

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) foi o primeiro hospital público do Brasil a obter o selo internacional de sustentabilidade “Materiality Disclosures”, emitido pela Global Reporting Initiative (GRI), mediante a produção de um relatório de sustentabilidade.

A GRI é uma entidade sem fins-lucrativos sediada na Holanda, que estimula e reconhece, em escala mundial, a inclusão de práticas sustentáveis em organizações públicas, privadas e do terceiro setor.

Com atendimento 100% SUS (Sistema Único de Saúde) e atendendo a uma população estimada em mais de 1,3 milhão de pessoas, residentes em 30 municípios do oeste do Pará, Baixo Amazonas e Xingu, a unidade faz parte de um seleto grupo no Brasil – há seis anos consecutivos – que detém o certificado ONA 3 Acreditado com Excelência. O certificado um reconhecimento nacional de qualidade e segurança assistencial.