Hospital Regional de Santarém promove campanha conjunta do Outubro Rosa e Novembro Azul para alertar sobre o câncer

(17/10/2019) – Nesta quinta-feira, 17/10, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, lançou a campanha voltada para alertar sobre o câncer de mama e próstata, unindo o Outubro Rosa e o Novembro Azul com o tema “Prevenção do Câncer é um assunto de família”. Apenas no HRBA, 361 mulheres estão em tratamento contra o câncer de mama e, no caso dos homens, 214 enfrentam o câncer de próstata.

O lançamento da campanha foi realizado no auditório do hospital, com a médica oncologista da unidade, Kalysta Borges, falando da importância da conscientização. “Essa campanha tem mobilizando cada vez mais pessoas, nosso papel é difundir as informações. Quanto mais informadas sobre a doença, menos medo as pessoas irão ter para buscar uma avaliação médica”, analisa.

Dois pacientes em tratamento contra o câncer deram seus depoimentos de superação. Entre eles, Andrea Rodrigues, de 32 anos, que está em fase de remissão do câncer de mama. Ela descobriu a doença há 1 ano e 3 meses, após diagnóstico precoce. Hoje, Andreia faz acompanhamento com a realização de exames de rotina. “Foi tudo muito rápido. Após suspeitar de um nódulo durante um autoexame, fiz exames detalhados e foi detectado o câncer. Passei por um processo longo de quimioterapia, cirurgia e radioterapia, mas hoje estou bem”, conta.

O HRBA é uma unidade do Governo do Pará, sendo gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar. A entidade, com mais de meio século na área de gestão em saúde, elaborou a campanha em conjunto com todas as unidades que administra pelo país. Ao todo, a entidade está presente em 23 cidades de 11 Estados brasileiros.

Sino

Durante a cerimônia de abertura, o setor de Quimioterapia apresentou o projeto “Sino da Vitória”, que permite aos pacientes anunciarem quando finalizam o tratamento oncológico. A inciativa visa demonstrar aos outros pacientes, que todos podem alcançar o resultado positivo. “É um fechamento de um ciclo doloroso. Quando descobri foi muito desesperador, e depois de passar por tudo, e tocar o sino, é um sentimento inexplicável. Uma felicidade imensa ter sobrevivido a tudo isso”, relatou Andrea.

Representando o Governo do Estado, o secretário Regional de Governo, Henderson Pinto, destacou a necessidade de apoiar a campanha. “Cada um de nós tem a responsabilidade de estar levando a informação sobre a prevenção dos dois tipos de câncer. O Estado é apoiador da iniciativa, e tem se empenhado na busca da ampliação da unidade, para dobrar sua capacidade de leitos, para que mais pacientes possam ser assistidos”, ressaltou.

Iluminação

No dia 1/10, a iluminação da fachada da unidade foi alterada para a cor rosa. A programação seguirá até o dia 30/11 com a realização de orientações e palestras educativas. Uma grande ação social também está prevista em uma comunidade da área rural do município, em breve a data será divulgada. Além disso, os colaboradores do HRBA iniciaram o planejamento para proporcionar um dia de princesa, e de príncipe a dois pacientes em tratamento na unidade.

“Essa campanha tem uma simbologia importante, que é do homem cuidando da mulher e a mulher cuidando do homem. Temos na nossa região alguns desafios, um deles é levar acesso ao diagnóstico de câncer, pois trata-se de uma região de rios, onde as distâncias são grandes e as vezes o acesso da população é complicado. Buscamos trabalhar meios que permitam o diagnóstico, o tratamento, e principalmente a conscientização das pessoas para um diagnóstico precoce”, alertou o diretor Hospitalar, Hebert Moreschi.

Câncer de mama e de próstata

O câncer de mama é uma multiplicação anormal de células mamárias que promove a formação de nódulos, podendo formar um tumor maligno. Em mulheres em tratamento no HRBA, este é o segundo tipo de câncer com maior incidência. Entre os principais fatores de risco da doença estão: a ingestão de alimentos ricos em gorduras, obesidade e sedentarismo, primeira menstruação antes dos 11 anos de idade, hereditariedade e consumo regular de álcool.

No caso da próstata, órgão interno masculino e que fica logo abaixo da bexiga, é um dos tipos de câncer mais frequentes nos homens em tratamento no HRBA. Alguns dos fatores de risco são: idade, histórico familiar, dieta pobre em vegetais e fruta, obesidade, sedentarismo, fumo e consumo de álcool.