Baile de Carnaval diverte pacientes do HRBA

A alegria tomou conta dos pacientes do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, nesta quinta-feira, 23/2, durante o II Grito de Carnaval realizado pela unidade. Um dos versos mais conhecidos dessa época ilustra bem a folia que envolveu pacientes, acompanhantes e colaboradores. Parafraseando a compositora Chiquinha Gonzaga podia-se dizer “ó, abre elas, porque a vida é que vai ganhar”.

Maria Nete Gomes da Silva que o diga. Ela acompanha a filha de seis anos, que faz tratamento de leucemia na unidade. “Eu acho muito legal esse tipo de evento no hospital porque diverte as crianças, os pais e os acompanhantes. Minha filha ficou muito feliz, apesar de tudo”, contou a moradora de Juruti.

A diretora de Enfermagem do HRBA, Daniella Mengon, explica que a iniciativa contribui para o processo de recuperação dos usuários e eleva a autoestima dos mesmos. “Essa ação é uma promoção da equipe multiprofissional que trabalha diariamente com essas crianças e compreende a necessidade de realizar eventos que levem alegria e ajudem na socialização das crianças, dos acompanhantes, dos pais e dos próprios profissionais da unidade. E o Carnaval traz alegria, comunhão com as pessoas, diversão, dança e música”, argumentou a gestora.

Para a idealizadora do projeto, Tereza Cristina Carvalho, o resultado da iniciativa é gratificante. “Foi maravilhoso ver a segunda edição, porque as crianças entraram no clima. Elas estavam todas fantasiadas de pequenas princesas e heróis, e isso dá para elas uma representatividade social no mundo em que elas vivem. Me senti muito feliz. O sorriso delas vale tudo”, afirmou a terapeuta ocupacional.

O II Grito de Carnaval do HRBA, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), contou com a parceira de um dos blocos mais tradicionais de Santarém, o Bloco da Pulga, e do grupo de pagode Sid. O evento foi realizado o hall do elevador, que foi decorada especialmente para esse momento. Pacientes de outras unidades de internação, além da Clínica Pediátrica, estiveram presentes na programação.