Hospital Regional de Santarém ganha 19 leitos de UTI e moderno tomógrafo

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA), ganhou 19 novos leitos de terapia intensiva no dia 15 de julho. A entrega oficial dos leitos, que passaram a funcionar imediatamente, foi feita pelo secretário de Estado de Saúde Pública do Pará, Vitor Mateus, e contou com a presença de autoridades locais.

A obra é fruto do investimento de mais de R$ 10 milhões. “Isso mostra a dimensão da importância desse hospital para a região Oeste do Pará. Por isso, o Governo do Estado continua investindo aqui. São recursos oriundos do Tesouro do Estado. De uma articulação feita junto com a Pró-Saúde foi encontrada uma maneira de custear os leitos. É um momento difícil, do ponto de vista financeiro, pois a diária para manter esses leitos é muito alta, mas o governo fez um esforço adicional para que estivéssemos aqui fazendo a entrega desses leitos”, diz o secretário Vitor Mateus.

A ampliação permite otimizar os serviços prestados pela unidade em casos de alta e média complexidades e também aumentar o número de cirurgias realizadas, já que em muitos casos é necessário dispor de leito de UTI para realização de determinados procedimentos. “A ampliação vai beneficiar de forma direta todos os usuários do SUS da região, que hoje a abrangência é de 1,1 milhão, principalmente nas cirurgias de alta complexidade que requerem leito de UTI de retaguarda. Essas cirurgias vão ter toda resolutividade a curto prazo. Vai ser um grande ganho para a população do Oeste do Pará”, afirma o diretor Operacional da Pró-Saúde no Pará, Paulo Czrnhak. Em 2015, o HRBA realizou 4.325 cirurgias, com média de 12 procedimentos por dia.

Os novos leitos já entraram em funcionamento. O primeiro paciente atendido foi Teodósio Farias, de 59 anos, morador de Óbidos. Ele passou por uma angioplastia. Para o diretor Geral do HRBA, Hebert Moreschi, essa ampliação vai permitir que o hospital contribua ainda mais para garantir o acesso à saúde da população regional. “É um dia histórico e importantíssimo para a saúde e para toda a população do Oeste do Pará. Nós teremos um aumento significativo no potencial do hospital de realização de procedimentos cirúrgicos que necessitam obrigatoriamente de retaguarda de terapia intensiva. Será um ganho sem precedentes para a saúde de nossa região”, acrescenta.

Novo tomógrafo

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) já utiliza um novo tomógrafo em suas instalações. Mais moderno, o equipamento permite realizar exames em menor tempo e com excelente resolução de imagens. O novo aparelho foi inaugurado juntamente com os novos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O secretário de Estado de Saúde Pública do Pará, Vitor Mateus, participou da cerimônia de inauguração. Ele fala dos benefícios que o equipamento vai trazer. “É um tomógrafo que vai revolucionar muito a questão diagnóstica, com mais precisão e segurança, dando um subsídio muito forte para os profissionais que aqui trabalham. Quem ganhará é o paciente’, disse o secretário.

O hospital realiza, mensalmente, 500 exames de tomografias em usuários externos, além de suprir toda demanda dos pacientes em tratamento. O diretor Geral da unidade, Hebert Moreschi, destaca o avanço que o tomógrafo vai proporcionar. “O Estado fez um investimento na ordem de R$ 850 mil e disponibilizou um novo equipamento mais moderno, com maior capacidade diagnóstica, que será utilizado nos procedimentos de alta complexidade, também. O Hospital Regional cresce, evolui de forma significativa com os investimentos realizados”, afirmou.

Para a equipe médica, os resultados serão ainda mais positivos com o incremento da nova tecnologia. “A aquisição de um tomógrafo novo vai melhorar a qualidade, especificar melhor o diagnóstico e, consequentemente, o tratamento será mais efetivo”, explica o coordenador do setor de Oncologia do HRBA, Marcos Fortes.

Hospital

O Hospital Regional de Santarém é referência para mais de 1,1 milhão de pessoas, oriundas de 20 municípios da região oeste do estado. Atualmente, no interior do Pará, o HRBA é a unidade de saúde que menos referencia pacientes para outros centros, ao mesmo tempo em que é a que mais agrega especialidades de alta complexidade – são 30, incluindo oncologia e neurocirurgia. O HRBA é uma instituição pública e gratuita de saúde, pertencente ao Governo do Pará e administrado, desde 2008, pela entidade beneficente Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa)

prosaude3-1