Hospital Regional do Baixo Amazonas é reconhecido como uma das unidades de saúde no Brasil com maior respeito ao meio ambiente e sustentabilidade

(24/06/2020) – Em lista divulgada pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), entre quase 3 mil hospitais no país que realizam atendimento ao SUS (Sistema Único de Saúde), o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) recebeu nota máxima e, assim, integrando a lista das dez unidades de saúde reconhecidas por oferecer um elevado padrão de atendimento à população.

Localizado em Santarém, pertencente ao Governo do Estado do Pará e gerenciado pela Pró-Saúde desde 2008, por meio de contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde do Estado (Sespa), o HRBA obteve mais uma importante certificação: o selo Green Kitchen (Cozinha Verde, traduzido do inglês).

O programa é voltado às boas práticas de alimentação, centradas na utilização de alimentos sem agrotóxicos (alimentação saudável), ambientação natural e sustentabilidade.

Atendendo uma população estimada em mais de 1,3 milhão de pessoas, residentes em 30 municípios do oeste do Pará, Baixo Amazonas e Xingu, o Serviço de Nutrição Dietética (SND) do HRBA conquistou a certificação após comprovação de práticas saudáveis e sustentáveis, como a utilização de temperos orgânicos, utilização de produtos certificados, uso de produtos de limpeza biodegradáveis, controle de água utilizada, compostagem de resíduos orgânicos, reciclagem do óleo gerado na cozinha e treinamento da equipe sobre alimentação saudável e sustentabilidade.

No período de 2016 a abril de 2020, 267 mil quilos de resíduos orgânicos (folhas e galhos de árvores e restos de alimentos do hospital) que seriam desprezados, foram reaproveitados pelo hospital como adubo no projeto de compostagem e horta orgânica. Estes resíduos foram transformados em composto e utilizados na horta, o que proporcionou no mesmo período a colheita total de 2.644,83 quilos de verduras, legumes e frutas para o consumo do público interno.

“Funciona como um ciclo sustentável. Aplicamos a sustentabilidade desde o momento do planejamento alimentar, quando priorizamos produtos regionais da horta orgânica do Regional, a utilização de embalagens sustentáveis, a redução do desperdício de alimentos, até o reaproveitamento dos alimentos que ao final retornaram às refeições, como comidas saudáveis”, explicou Patrícia Chiba, nutricionista de produção do HRBA.

De janeiro a abril de 2020, o hospital serviu 189.187 mil refeições para pacientes, acompanhantes e colaboradores. O cardápio da unidade é programado mensalmente, respeitando as leis da nutrição (quantidade, qualidade, harmonia e adequação), e montado utilizando os alimentos colhidos da horta (macaxeira, batata doce, feijão verde, maxixe, cebolinha, mamão, banana, acerola, entre outros).

No cardápio, os profissionais da nutrição observam as condições clínicas para planejamento da dieta mais adequada a cada paciente. “A alimentação é essencial para uma boa recuperação. Sempre vem uma frutinha de manhã, ao meio dia vem a refeição sempre com salada, e alimentos da região, um peixinho. Me sinto muito bem quanto a alimentação aqui no Hospital Regional do Baixo Amazonas, pois realmente é saudável e gostosa”, afirma o paciente Jeferson Guimarães que se recupera da Covid-19, após 30 dias internados na UTI.

“A certificação Green Kitchen demonstra claramente a preocupação do Hospital Regional com a qualidade dos alimentos servidos aos nossos pacientes, acompanhantes e colaboradores, aliado à busca constante de contribuir com o meio ambiente através de ações sustentáveis. É mais um reconhecimento do trabalho responsável e comprometido que desenvolvemos no HRBA”, ressalta o diretor Hospitalar, Hebert Moreschi.

O HRBA é referência em Oncologia, Neurocirurgia, Ortopedia e Traumatologia e Terapia Renal Substitutiva. Também é referência no ensino e pesquisa, sendo credenciado pelo Ministério da Saúde e e Ministério da Educação. Desde 2012, o o Hospital Regional do Baixo Amazonas realiza captação de órgãos e, em 2016 iniciou o programa de transplante de rins. De maio de 2008 a maio de 2020, o HRBA atingiu a marca de 8.703.878 atendimentos. Em 2019, a avaliação dos usuários nos serviços prestados alcançou 99% de aprovação.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.